Mês da Visibilidade Trans

porDesenvolver

Mês da Visibilidade Trans

O dia 29 de Janeiro é conhecido como Dia Nacional da Visibilidade Trans no Brasil.
Mas o que isso significa?

Neste dia, no ano de 2004, pessoas transgêneros, travestis e transexuais, foram ao Congresso Nacional para falar aos parlamentares brasileiros sobre a realidade dessa população.

Para entender a importância da data, precisamos antes entender o termo “trans”.
Começamos por entender a diferença entre orientação sexual e identidade de gênero.

♂️ ♀️ Enquanto o sexo biológico define com qual aparelho reprodutor uma pessoa nasceu, gênero é a palavra usada para definir os códigos sociais que existem para definir o que é masculino ou feminino.

Uma pessoa que nasceu com sexo feminino, mas se identifica e vive como um homem é um “homem transgênero”, ou homem trans.

Uma pessoa que nasceu com sexo masculino, mas se identifica como uma mulher, é uma “mulher transgênero”, ou mulher trans.

Apesar de alguns avanços, a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), aponta – com base em levantamento realizado pela organização “Transgender Europe“ – o Brasil como o país que mais mata a população trans no mundo, sendo o número de assassinatos três vezes maior do que o do segundo colocado, o México.

Acreditamos que entender e respeitar é o primeiro passo para auxiliar na visibilidade das pessoas que são marginalizadas pela sociedade. A data é simbólica, pois discutir as pautas dos grupos minorizados no Congresso Nacional é o primeiro pedaço de uma grande mudança.

imagem de uma mão com o desenho da bandeira da visibilidade trans. Texto: Mês da Visibilidade Trans: Mitos e Verdades

Vamos ajudar a desmistificar algumas coisas sobre pessoas transgênero?

MITO: Ser Trans é mesma coisa que ser homossexual.

VERDADE: Mulher trans e travesti pode ser lésbica, bissexual, heterossexual, demissexual, assexual, etc.

MITO:  Trans não sentem atração física por pessoas do mesmo sexo.

VERDADE: Homens trans podem ser hétero, gay, bissexual, demissexual, assexual, etc.

Ou seja, pode ter qualquer orientação sexual que desejar. Entendeu?

Pois ORIENTAÇÃO SEXUAL é diferente de GÊNERO.

HOMENS TRANS TAMBÉM ENGRAVIDAM: FATO!

A novela “Força do Querer” mostrou Ivan, homem trans, durante a gestação e deixou muita gente confusa. 

Segundo especialistas, normalmente é preciso planejar.

Pois antes e durante a gravidez, o homem trans precisa parar de usar hormônios masculinos por pelo menos alguns meses. O intuito é que a pessoa volte a ter um equilíbrio hormonal feminino, justamente para conseguir ovular, e esse óvulo ser fecundado e nidar no epitélio uterino, finalmente gerando um feto e uma gravidez.

 

E aí, gostou? Compartilha com seus colegas, amigos, familiares 😉

Sobre o Autor

Desenvolver administrator

Deixe uma resposta

Skip to content