Como evitar uma multa pela Lei de Cotas?

porDesenvolver

Como evitar uma multa pela Lei de Cotas?

Recebeu uma notificação da Secretaria de Inspeção do Trabalho em função da Lei de Cotas e não sabe por onde começar? Não precisa sair correndo, não! Confira o que fazer para não tomar uma multa pela Lei de Cotas.

Nesta publicação anterior já falamos anteriormente  que a Secretaria de Inspeção do Trabalho – Ministério do Trabalho é o órgão responsável por fiscalizar se as empresas estão cumprindo com as obrigações com relação ao quadro de colaboradores. Em caso de haver algum desvio identificado, a organização recebe uma notificação para que regularize a situação.

Também a fim de ajudar você a esclarecer o que significa esta notificação recebida. Uma vez que ela não é tão simples quanto parece.

Ok, após ter entendido, quais os primeiros passos possíveis a se realizar? Sair contratando pessoas com deficiência, definitivamente, não é a melhor saída. Pois a empresa e até mesmo as lideranças podem não estar preparadas para esta inclusão na prática.

Mas então, o que fazer para evitar a multa pela Lei de Cotas?

É interessante observar, analisar a situação atual da empresa e suas lideranças quanto à existência de ações inclusivas e principalmente do quanto estão preparados para iniciar este processo.
Uma conversa com consultores especializados pode ajudar você a esclarecer estes pontos.

PREENCHA ESTE FORMULÁRIO para solicitar um de nossos consultores.

Existem ações estruturadas que auxiliam no desenvolvimento de programas de inclusão, CONFIRA ALGUMAS DELAS:

Diversos colaboradores reunidos durante uma palestra de conscientização para a empresa CWI, em São Leopoldo. Márcia Gonçalves ao centro.

 

REALIZAR TREINAMENTOS SOBRE INCLUSÃO, DIVERSIDADE E SUSTENTABILIDADE PARA AS LIDERANÇAS

Sabemos que não incluir verdadeiramente ações afirmativas no dia a dia da empresa impacta negativamente no desempenho das equipes, podendo até mesmo influenciar nos resultados financeiros. Visto que os consumidores estão, cada vez mais, selecionando as marcas que consomem de acordo com o discurso e a prática das mesmas.

Segundo uma pesquisa realizada pela Accenture “55% dos compradores optariam por mudar caso um varejista não se responsabilizasse pelos seus próprios incidentes negativos de inclusão e diversidade. 62% dos consumidores considerariam mudar de uma varejista onde se sentissem indesejados ou tratados injustamente.”

Contratar pessoas com deficiência e não incluí-las verdadeiramente não resolve os problemas da sua notificação nem é a melhor solução para a imagem da sua empresa.

Inúmeros são os relatos de gestores de RH sobre a abertura de vagas para pessoas com deficiência e a dificuldade em encontrar candidatos. Mas como isso ocorre, em um país que cerca de 24% da população possui uma deficiência? Assista ao vídeo abaixo.

 

Com a orientação de uma consultoria especializada, é possível realizar esta etapa de conscientização de todos os envolvidos, essencial para que haja uma mudança cultural na empresa, e seja possível iniciar um programa de inclusão sem pular etapas.

Vamos conversar!

desenvolver-rs@desenvolver-rs.com.br

Sobre o Autor

Desenvolver administrator

Deixe uma resposta

Skip to content