porDesenvolver

Desafios e Oportunidades

Incluir uma pessoa com deficiência ao quadro de colaboradores da empresa visa, realmente tornar esta pessoa parte da organização e não somente o preenchimento de uma cota estabelecida por Lei.

Um dos grandes entraves para que uma empresa se torne inclusiva é a infraestrutura, que nem sempre é adequada. Fazer um estudo de acessibilidade com uma consultoria especializada ajudará a entender se existem pontos falhos e como esses podem ser melhorados.

Thaynara da Silva Araujo é colaboradora da Bem Produtos e Serviços, há 02 anos. Iniciou como Jovem Aprendiz.

“Antes eu tinha medo de como seria escrever emails profissionais, pois não tinha noção de como escrevemos comercialmente. Assim como as tarefas diárias, como o gerenciamento de planilhas. Porém, alcancei o ritmo da equipe e logo consegui me adaptar e desenvolver minhas habilidades. Completei, há pouco, 02 anos na empresa” (THAYNARA DA SILVA ARAUJO)

Como ocorreu o trabalho da Desenvolver Inclusão & Diversidade? Foram realizadas adaptacões de acessibilidade metodológica e humana.

Adaptações nas atividades diárias, evoluindo de complexidade conforme o aprendizado.

porDesenvolver

As Cores das Flores

 Uma criança cega precisa escrever uma redação sobre as cores das flores. O vídeo mostra o desafio do menino para conseguir cumprir a tarefa. 

A tradução para o português foi feita para o blog “Assim como Você”, de Jairo Marques.

porDesenvolver

3 Motivos para Aprender Libras

Hoje, 26 de setembro, celebramos o Dia Nacional do Surdo. O principal objetivo desta data é propor a reflexão e o debate sobre os direitos e a luta pela inclusão de pessoas surdas na sociedade. Esta data foi oficializada em 29 de outubro de 2008, através do decreto de lei nº 11.796.
A Federação Mundial dos Surdos já celebra o Dia do Surdo internacionalmente, a cada 30 de Setembro. No Brasil, o dia 26 de setembro é celebrado devido ao fato desta data lembrar a inauguração da primeira escola para Surdos no país, em 1857, como nome de Instituto Nacional de Surdos do Rio de Janeiro, atual INES ‐ Instituto Nacional de Educação de Surdos.

Imagem com efeito na cor azul. Mãos fazendo sinais de Libras, Texto: Curso de Introdução à Libras 100% Online. Logotipo Desenvolver Inclusão & Diversidade

Por que a cor Azul?

Durante a Segunda Guerra Mundial, os nazistas identificavam as pessoas com deficiência com uma faixa azul no braço, sendo assim facilmente identificados e mortos pelos Nazistas. Dentre eles, aqueles os que eram obrigados a usar, estavam os surdos. Com o fim da guerra e o passar dos anos, a cor passou a simbolizar ao mesmo tempo a opressão enfrentada pelos surdos e o orgulho da identidade surda.

Em 1999, no XIII Congresso Mundial da Federação Mundial de Surdos, na Austrália, o Dr. Paddy Ladd , surdo, usou pela primeira vez a fita de cor azul como símbolo do movimento.

A Língua Brasileira de Sinais, conhecida amplamente por Libras, é usada por milhões de brasileiros surdos e também ouvintes.

O desenvolvimento de políticas de inclusão para a comunidade surda fez com que, em 2002, a Libras fosse reconhecida como língua oficial durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, pela Lei nº 10.436.

Sua empresa está capacitada para se comunicar com pessoas surdas?

O programa Libras InCompany nasceu da necessidade de capacitar funcionários para trabalhar com colaboradores surdos, visando uma eficaz inclusão e qualidade de trabalho. Possui interesse? Entre em contato e solicite informações. Os cursos são personalizados de acordo com o perfil e demanda da empresa.

 

porDesenvolver

Teatro Acessível

A data temática, instituída em audiência pública proposta pela Escola de Gente e realizada na Câmara dos Deputados, em maio de 2017 , é um desdobramento da campanha “Teatro Acessível. Arte, Prazer e Direitos.

A luta do Teatro Acessível passou a ser celebrada nacionalmente no dia 19 de setembro, para que os espaços culturais possam ser ocupados e aproveitados plenamente por todas as pessoas.

Apresentamos um lindo exemplo de Teatro Acessível:
O espetáculo “CELEBRIDADES: Nasce uma Estrela”, da Companhia Trivoli, conta a história de “MENINA”, uma garota que tem muito talento, mas encontra algumas barreiras.

Imagem de atriz mirim com síndrome de down, durante a apresentação da peça.

MENINA possui um sonho de tornar-se uma grande artista e só encontra obstáculos a sua frente. Com ajuda de amigos, MENINA vai descobrir que um novo mundo a espera.
A Companhia Trivoli é uma companhia de Arte Inclusiva da Associação Legato, de Canoas (RS), que visa a inclusão da Pessoa com Deficiência através da Arte. Neste segmento, o espetáculo “CELEBRIDADES: Nasce uma Estrela” é composto por 30 integrantes inclusos e 20 integrantes não deficientes e são acompanhados musicalmente pela Trivoli Band.

porDesenvolver

Visita à exposição Todos Iguais, Todos Diferentes?

Nossa equipe esteve recentemente na exposição “Todos Iguais Todos Diferentes?”, no Museu da Imagem e Som, em São Paulo Capital.

A Exposição é resultado do uma grande pesquisa de Pierre Fatumbi Verger que apresenta ampliações em grande formato, placas de contato originais, projeções de fotografia e um aplicativo que trazem o tema da diversidade cultural, identidade e respeito.

O Curador é Alex Baradel, responsável pelo acervo fotográfico da Fundação Pierre Verger.

Confira algumas das fotos das obras de retratos realizados por Verger ao redor do mundo e sinta o que Verger quer transmitir: – Experimentar ser o Outro! Afinal, no fundo somos todos iguais em sermos diferentes, assim somos todos diferentes mesmo sendo iguais ou pelo menos, deveriamos ser. ” palavras de Alex Baradel / Curador”.  

Carrossel com 03 imagens: 

1ª Imagem: Parede na cor cinza, imagem de dois rostos, sendo um deles de cabeça para baixo e uma faixa na cor amarela em sentindo transversal ao lado, texto: Todos Iguais, Todos Diferentes? Pierre Verger

2ª Imagem: Parede amarela com fotografias de homens e mulheres. Ao fundo, parede cinza com a imagem de um homem carregando um barril nas costas.

3ª Imagem: Parede escura ao fundo, imagem de uma mulher com rugas no rosco, com cigarro nas mãos, usando lenço na cabeça.

Através do aplicativo, que você encontra por “Todos Iguais Todos Diferentes” você pode ouvir trechos de todas as entrevistas associadas à exposição. Basta apontar seu smartphone em direção às fotografias apresentadas na exposição para ouvir os comentários de artistas e pesquisadores oriundos dos países retratados.

O Museu da Imagem e Som está localizado no bairro Jardim Europa de São Paulo/SP.

 Imagem composta por: parede na cor cinza, contendo duas obras: 01 fotografia de homem negro e jovem com coqueiro e elementos da natureza ao fundo e 01 fotografia com um homem negro com rugas na testa, usando bigode e cavanhaque, gorro na cabeça e casaco. 

Acima, texto: Você é também esse Outro.

Confira um breve vídeo gravado no interior da exposição:

No vídeo realizado durante a visita ao Museu de Imagem e Som de São Paulo (SP), apresenta-se obras de Pierre Verger e escritas sobre a exposição.

Durante o mesmo, observa-se pessoas circulando pelo espaço, fotografias de homens e mulheres de diferentes etnias e idades.

Skip to content