Script de execução do slideshow, pode ser visualizado normalmente.

Consultoria em Inclusão & Diversidade

Menu do usuário

Menu de acessiblidade

Blog da Desenvolver

Inclusão de Pessoas com Deficiência Auditiva em Atividades de Atendimento ao Público

20140918_154511Nossa gestora de projetos inclusivos Márcia Gonçalves teve a oportunidade e o prazer de conversar com Natalia dos Santos Gomes, pessoa com  deficiência auditiva, tem 24 anos, mora na cidade de Alvorada/RS, é mãe de um lindo menino de  8 anos . Natalia trabalha como operadora de caixa no supermercado Gecepel em Porto Alegre/RS.

Na conversa reproduzida abaixo, Natalia nos revela como desempenha suas funções diariamente, onde as barreiras não se encontram nas limitações de sua deficiência, mas no preconceito, preconceito este que não é nada mais do que a deficiência de informação que com a ajuda dos colegas e gestores do Supermercado é superada diariamente.

Márcia Gonçalves: Natalia conta pra nós quem tu é, Quantos anos tu tem, desde quando tu estas trabalhando no supermercado Gecepel  ?

Natalia:  eu trabalho no supermercado Gecepel desde 22 de abril de 2014, neste mês de setembro completo cinco meses.

“Sou caixa operadora, tenho 24 anos , trabalho de segunda à segunda  com um dia de folga por semana e também tenho escalas aos feriados.”

È super legal trabalhar no supermercado Gecepel os colegas são ótimos me tratam bem. Como eu tenho deficiência auditiva , tenho um filho para criar e tenho que pagar minhas contas, então preciso trabalhar.

20140918_154523Márcia Gonçalves: Como é ter uma deficiência auditiva e trabalhar com atendimento ao público? Os clientes por não saberem da tua deficiência  alguma vez já reclamaram por você não estar prestando atenção?

Natalia: A maioria dos clientes percebe minha deficiência porque muitas vezes peço para que repitam, porque escuto com dificuldades.Como minha fala é “diferente” eles sempre percebem…

As vezes peço que anotem o numero de seus documentos em um papel para me facilitar mas muitos não gostam e pedem para que eu chame outra pessoa ai vem a fiscal para colher o dados.

Márcia Gonçalves: Vejo que você encara tudo isso como uma coisa boa, você explica para os clientes que você tem deficiência auditiva que tem dificuldades em escutar ?

Natalia: As vezes me perguntam se eu procuro um médico se faço algum tratamento, digo que sim, alguns me perguntam “como tu estas trabalhando aqui se você não escuta ?” e eu respondo: mesmo que eu não escute, faço a leitura labial, por isso as vezes peço para que repitam, alguns são a favor outros contra.

Encaro e sigo minhas atividades de cabeça erguida

Márcia Gonçalves: E a tua equipe de trabalho, como são teus colegas?

Natalia: A equipe toda aqui é ótima, são pessoas que eu adoro muito , a Andréia começamos a trabalhar aqui na mesma data. Adoro as fiscais: Evelin, a Gabi, a Sol, a Sonia e a Lu. O chefe Charles  é o gerente é um ótimo chefe é superlegal comigo, a equipe é ótima. Todos conversam comigo me perguntam como estou.

Márcia Gonçalves:  você se senti produtiva e útil aqui ?

Natalia: sim, produtiva, trabalhar é super bom  ! Eu sempre penso pelo lado positivo nunca pelo lado negativo.

No decorrer desta conversa podemos identificar que inclusão é oportunizar o desempenho de suas capacidades, apesar de alguns acharem que é inviável, com as devidas adequações,compreensão e respeito, a inclusão de pessoas com deficiência auditiva em atividade de atendimento ao público é possível sim ! Então Mãos a Obra Incluir!

 

Fonte: Desenvolver Inclusão

 


2 respostas para “Inclusão de Pessoas com Deficiência Auditiva em Atividades de Atendimento ao Público”

  1. Também sou deficiente aditivo e estou a procura de emprego na area operadora de caixa de supermercado.

  2. Tê Ciupak disse:

    Gostaria de parabenizar a Natália por ser uma mulher batalhadora, guerreira, que luta para conquistar seu espaço…
    Sinceros PARABÉNS!

    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *